Sites Grátis no Comunidades.net
Translate this Page



Partilhe este Site...

 

 


Homossexualismo - Etiologia
Homossexualismo - Etiologia

 


Homossexualismo 



1. Relação com Divorcio, mães solteiras e/ou carência acentuada pela falta de afetividade paterna

2. Complexo de édipo e a figura materna prevalescente

3. Tendencias genéticas favoráveis a personalidade não dada a casamento ou muito sensível a traumas  

4.Tendencias genéticas favoráveis a personalidade não dada a casamento ou muito sensível a influencias de personalidade 

5. Experiências Prazerosas na Infância (Pedofilia)

6. Mudança de zona erógena

7. Aspectos espirituais e sobrenaturais 




Os lados  opostos em questão, militancia gay versus cristãos bíblicos,  concordam  que o  amor, a bondade e paz são as coisas mais importantes da vida.   Porém se chocam quando definem o que é falta de amor.  Para os cristãos bíblicos é falta de amor e respeito a Deus, toda e qualquer imoralidade (isso inclui pedofilia, homossexualismo e adulterio), para um grupo de cristãos da ala do pastor Caio Fábio, que é psicólogo e defensor do "Caminho da graça" , o cristianismo deve ser tolerante, amoroso e compreensivo. Já as alas de cristãos mais conservadores tentam medir justiça e amor . De frente com mulher pega em flagrante adultério, relatado em João 8, a frase de Jesus "quem tiver sem pecado que atire a primeira pedra" ainda deixa muitos sem aquela vontade de fazer justiça ainda hoje.


Para os demais liberais, ateus, céticos, evolucionistas, e modernistas (se bem que esta" modernidade" já era pregada e praticada na grecia, roma antiga e outras culturas) , amor não exclui certos comportamentos, tudo é válido e tudo "é da lei" como dizia Raul Seixas.  

Um homossexual ao ser declarado como grande pecador tem diversas reações que vão desde a depressão ao ativismo reacionario gay em franco combate aos valores morais judaico-cristãos.  Declarações  que a crença religiosa é uma desgraça e outros discursos ofensivos se multiplicam como atitude reacionária e em busca de um espaço que cada vez mais tem sido ofertado pela midia. Então há um choque de espaço moral-cultural bem claro e com ele se espera guerras, debates, discussões , leis, e criminalização daquele(s) que invadirem o territorio cultural ético do outro. Portanto amigos, estamos em franca formação de guerra e de acontecimentos que culminarão em "vias de fato".

Estava observando as profecias de Jesus do fim de todas as coisas e em Mateus 24 o que mais se fala é o ódio aos cristãos, o aumento da iniquidade e sentença de morte para com cristãos. Ao ver o quadro que vem se formando hoje, não é muito dificil identificarmos a formação deste quadro profetizado, apontando quem sabe para dias terriveis onde cristãos serão ainda mais e mais odiados, perseguidos e até mortos. O grau de violência nas palvras que ateus, gayzistas, evolucionistas e céticos nos dirigem me soa como preliminares de um grande vulcão que se aproxima e me parece não estar muito longe de entrar em erupções. Até a França super liberal está reagindo. Achei isso incrivel. Mas a pergunta principal que faço a mim mesmo é: "Serei Cristão suficiente para amar inimigos, pegar uma cruz e ser ovelha nos mesmos passos de Jesus ou serei Pedro com a espada nas mãos evitando o calvario profetizado e seguindo a lógica do direito e da justiça que está sendo solapada como podemos ver neste video.


O homossexualismo está crescendo muito nos ultimos anos e cada vez mais encontramos gays nas relações sociais e muito comumente nas eclesiasticas, as mesmas que seguem a Biblia de Sodoma e Gomorra (fato atestado pela geologia no livro "Decofrando a Terra" da USP) e Romanos 1:27 onde Paulo diz claramente ser o homossexualismo um pecado vil. Hoje é muito comum encontrarmos mães cristãs de gays e gays frequentadores de alguma Igreja, as vezes assumidos ou não, e muitas vezes com um jeito feminino de ser. Buscar o entendimento deste fenômeno social e esclarecer alguns pontos etiológicos,  suas possiveis causas , creio que pode nos ajudar a lidar melhor com esta situação cada vez mais presente, sobretudo em contexto da necessidade de pregação do evangelho que inclui as cartas paulinas e advertencias de Jesus sobre Sodoma e Gomorra.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) encontrou 60 mil brasileiros que declararam viver com alguém do mesmo sexo, este numero é bem maior se levássemos em consideração os que não vivem maritalmente, os que não assumem sua identidade e aqueles vivem mais sozinhos.

Depois de anos de observação,vi que  muitos casos, provavelmente  um significativo  percentual são homens que foram crianças carentes de um pai.  Alguns foram crianças traumatizadas pela falta de um pai ou do carinho dele, que se apaixonam por homens, ou adquirem a tendencia de se apaixonarem por homens,  que lembram sua doce e carência infantil não satisfeita, seu ego ferido, sua paixão não resolvida com um pai ausente presencial ou sentimental. Isso ocorre tambem com moças novas que se apixonam por pessoas mais velhas, na verdade estão encontrando o pai que não tiveram de alguma forma. A infancia influencia fortemente muitas de nossas caracteristicas e com certeza não podemos excluir o comportamento homossexual.

Comecei a desconfiar disso quando acompanhei um caso onde o pai não demonstrava amor ao filho e depois vi este menino namorando alguém com o biotipo exato do pai (e o pai tem um biotipo não muito comum). Depois me lembrei que 15 anos antes havia passado por uma cidade onde o povo é muito amigável e as moças muito soltas - "Qualquer um conseguia namorar umas 5 meninas por dia ali", diziam os rapazes. Passei por esta cidade em 1992  e depois de 15 anos ao voltar ali me espantei com a  presença imensa de gays pelas ruas. Então eu perguntei a uma amiga socióloga se havia trabalhos relacionando filhos sem pai a formação gay, mães solteiras, divorciadas, carencia paterna infantil a formação de filhos de personalidade gay. Ela me disse que conhecia dois trabalhos...a partir daí comecei a testar abordagens com alguns..a esmo..quase todos que testei tinham esta relação...alguns casos pude verificar que somente este esclarecimento já resolvia mentalidades conturbadas em prol de voltarem a normalidade e administrarem este problema/carencia afetiva de um "pai".... como é um assunto intimo, causas, amnese, necessario é maior investigação.

Um clássico exemplo desta relação encontrei recentemente   no talvez principal defensor do homossexualismo em meio cristão,  o pastor Troy Perry , que coincidentemente quando tinha 13 anos seu pai morreu. Mas encontrei na grande maioria dos casos que pude analisar,  que  a falta de um pai, ou a perda da admiração deste,  era o histórico da vida de homossexuais.

Teologicamente Jesus revelou que "há homens que nascem eunucos" e pesquisas neurológicas divulgadas no livro "porque os homens fazem sexo e as mulheres fazem amor" revelaram que apenas 10% dos homossexuais testados possuem respostas neurológicas femininas e não masculinas ..Logicamente que eunucos não é uma pessoa homossexual, mas podemos ver pessoas que nascem sem aquele dom natural de casar e parecem possuir caracterísitcas masculinas e femininas de forma congênita sem nenhuma causa no ambiente familiar. Algumas destas pessoas no contexto antigo eram destinadas a cuidar de rainhas como hoje em salões de beleza, mas no contexto de hoje podem ser mais facilmente influenciados a acharem que nasceram gays e se entregarem a práticas condenadas pela Bíblia no caso de Sodoma e Gomorra e carta aos Romanos cap 1..de qualquer forma, penso que esta compreensão de possíveis causas nos faça lidar de forma mais amorosa com aqueles que erram em pecados diferentes dos nossos , ou da maioria dos santificados pelo sangue e pela graça de Deus em Cristo Jesus.


Tive varias conversas com gays e encontrei este fator comum: a falta de afetividade paterna. UM RECENTE TIVE AO CONVERSAR COM GAROTO QUE ACHAVA QUE ERA GAY, CONFIRAM A CONVERSA :

P: oi
11:37 eu: opa
 P: vc tbem é da fé?
 eu: em Jesus eu sou...tá complicado acreditar em Igreja hoje
11:38 rs
 P: ok
  me fala o que vc acha de homossexualismo
  com sinceridade
 eu: 3 coisas
11:39 10% é genetico..a neurociencia evidencia isso
11:41 60 a 70% é psicologico, principalkmente tem que ver com a falta ou ausencia paterna..filhos de divorciados, maes solteiras , pais que morrem, pais ausentes, grosseiros..acriança traumatiza e o adulto se apaixona pelo pai que não teve
 P: ok
11:42 e...
  continue por favor
11:43 eu: 10-20% influencia do meio, experiencias, prazeres que viciam e corrdenam 40 mil cebos (sistema imunologico) a repetir o prazer, mesmo sabendo da culpa, dor, antipatia social, e sofrimento que gera
 P: existe tratamento?
11:44 eu: coorrdenam 40 mil cerebros (sistema imunologico) a repetir o prazer, vc fica viciado em qualquer coisa que lhe de prazer pelo sistema limbico que exige repetição
11:45 muitas são as dificuldades que podem empurrar alguem ao homossexualismo, seja a falta de mulher, traição, desilusão, dificuldade de aceitar a mulher...super admiração e dependencia da mãe, avó, irmãs...etc...cada caso é um caso
11:47 P: vc é psicologo?
  o sr*
11:48 eu: sou um servo de Deus
 P: então devo estar conversando com a pessoa certa
11:49 nunca falei disso pra ninguem
  tbem nunca me relacionei com homem
  mas...
  existe algo errado q me preocupa
  em mim
11:50 eu nao quero ser assim
  sinto que isso não é de Deus
11:51 eu: Dependendo das circunstancias de nossa vida, ficamos mais ou menos vulneráveis a essa tentação..e o inimigo sabedor disso, tenta nos enredar
 P: eu quero ser livre
  por favor me ajude
11:52 eu: não caia...vc é um homem, apenas busque tratar das causas para qualquer desvio de normalidade masculina que pode acontecer em qualquer pessoa e até em animais
 P: muito do que o sr falou tem a ver com meu passado
  a ausencia paterna
11:53 eu: então, identifique as causas e uma vez sabedor das mesmas ficará mais fácil controlar as consequencias
 P: admiração das figuras femininas da familia
  intercede a Deus do céu por mim
11:54 creio q Ele me enviará anjos para me livrar do mal q tenta me assolar
  obrigado por me ouvir
11:55 desculpe tomar seu tempo
  abraço
 eu: Claro, só o nosso encontro aqui, e nossa breve conversa testtifica do cuidado que Deus tem por voce.. quase não entro na internet nos ultimos dias, Deus está nesta conversa...Ele está te abençoando agora- receba a cura de Deus através destas falhas palavras de um servo dele....O Espirito Santo vai te curar agora se vc acreditar....vc quer ser curado e quer tere fé no poder de Deus agora?
11:56 P: sim
 eu: Então receba a unção de Deus já...eu já estou sentindo a mão de Deus fluindo sobre vc...receba e creia
11:57 P: louvado seja o senhor
 eu: em nome de Jesus!!! Amém
 P: Amém
 eu: Siga em paz amigo e irmão! Que Deus te guie em cada passo, pensamento e palavra! Seja mais que vencedor em Cristo Jesus
11:58 P: amem
  obrigado
11:59 eu: Passe adiante em nome de Jesus! Tudo vem dele e ´para Ele são todas as coisas
 P: Amem
 
 
Clique aqui para Responder ou Encaminhar
 
 
 Homossexualismo como uma das tentações que assolam as pessoas

Cada um de nós é fraco em algum setor de nossa vida, todos temos tendencias a cometer mais alguns pecados e outros menos.


Pecado tem várias definições, a mais básica é "transgressão da lei" de I João 3:4. Contudo quando entendemos que a lei é ampla e foi reinterpretada por Jesus, e leis como "amar inimigos" "dar a outra face" foram acrescentadas , pecado fica mais fácil de acontecer e cada vez mais impossivel de não se  cometer...quando entendemos que  o cumprimento da lei é o amor, o desamor ganha a definição de resumo do pecado  e aprofundamos ainda mais tanto o conceito de pecado quanto de justiça que agora se parece mais com a bondade que com a moral . Contudo há quem veja que separação de Deus é a essencia do pecado, ou causa e é interessante como pecamos menos quando sentimos o amor de Deus por nós e mais quando nos cegamos dos seus olhos de amor. A definição mais forte que vejo é de Lutero (que se harmoniza com Jesus ), ele disse que "nada é pecado senão a descrença" , pois quando estudamos que o evangelho é o pagamento dos nossos pecados por aquele que se fez pecado por nós, recebendo a punição e a ira do pai que o amava em nosso lugar, dando a unica justiça que Deus aceita, a dele, então entendemos como pecadores que somos que nada será pecado, senão rejeitar esta única dádiva que livra a todos nós.

Mas de forma bastante superficial,  no sec. VI,  se definiu os sete pecados capitais desta forma:


1. Luxúria: apego e valorização extrema aos prazeres carnais, à sensualidade e sexualidade; desrespeito aos costumes; lascívia.

2. Gula: comer somente por prazer, em quantidade superior àquela necessária para o corpo humano.

3. Avareza: apego ao dinheiro de forma exagerada, desejo de adquirir bens materiais e de acumular riquezas.

4. Ira: raiva contra alguém, vontade de vingança.

5. Soberba: manifestação de orgulho e arrogância.

6. Vaidade: preocupação excessiva com o aspecto físico para conquistar a admiração dos outros.

7. Preguiça: negligência ou falta de vontade para o trabalho ou atividades importantes.


Todos caímos em algum ou alguns dos pecados, sejam os mais claros ou os mais escondidos, seja o desamor, a falta de bondade, a falta de comunhão com Deus, a falta de fé no sangue (unica coisa que nos liberta de todos os  pecados).


Todos cairam e todos carecem da gloria de Deus. Todos. Homossexuais e heterossexuais.Como disse Dennis Alan:



"Todos somos tentados por desejos de coisas que Deus proibiu (Tiago 1:14-15). Eva desejou o fruto proibido no Éden (Gênesis 3:6). Algumas pessoas desejam ganho desonesto (Tito 1:7). Alguns homens desejam as esposas de outros (Mateus 5:28). Algumas pessoas desejam outras do mesmo sexo Gênesis 19:4-5).

Deus exige que aprendamos a nos dominar para negar nossos desejos pecaminosos e para aceitar os limites que ele colocou ao nosso comportamento (2 Pedro 1:6; Gálatas 5:23). Este é o princípio que tem que ser aplicado aos desejos homossexuais que algumas pessoas sentem. Em vez de perder tempo e energia tentando justificar estes desejos na base da Genética, ou tentando pôr a culpa deles nas influências da infância, a pessoa que é tentada a ter relações sexuais com alguém do mesmo sexo precisa aprender a dominar seus desejos. Por quê? Porque Deus clara e absolutamente condenou as relações homossexuais.

"Por causa disso, os entregou Deus a paixões infames; porque até as mulheres mudaram o modo natural de suas relações íntimas por outro, contrário à natureza; semelhantemente, os homens também, deixando o contacto natural da mulher, se inflamaram mutuamente em sua sensualidade, cometendo torpeza, homens com homens, e recebendo, em si mesmos, a merecida punição do seu erro" (Romanos 1:26-27).

"Não vos enganeis: nem impuros, nem idólatras, nem adúlteros, nem efeminados, nem sodomitas . . . herdarão o reino de Deus" (1 Coríntios 6:9-10).

Deus aprova as relações sexuais entre um homem e sua esposa legítima (de acordo com a lei de Deus). Todas as outras relações sexuais sejam homossexuais ou heterossexuais são sempre e absolutamente proibidas (Hebreus 13:4). Não nos cabe procurar desculpas para justificar o pecado. É nossa responsabilidade buscar o meio de vencer a tentação (1 Coríntios 10:13; Tiago 4:7-10)" -por Dennis Allan



 

Homossexualidade: genético ou ambiental?

 

Doutora Mayana, o que a senhora pensa sobre as origens da homossexualidade? Estaria ela realmente associada à genética? A psicologia já sabe que um homossexual não se torna homossexual do nada, bem como não pode deixar de sê-lo. Ele nasce assim e morre assim. Diversos animais também apresentam esse tipo de comportamento. Acompanhando o questionamento, do ponto de vista biológico, seria a homossexualidade uma anomalia? Ou seria uma forma de controlar a procriação de uma espécie?
(Carolina)

Já recebi inúmeros e-mails de leitores perguntando exatamente isso. A homossexualidade tem bases genéticas ou é uma característica ambiental? Embora em minha opinião exista uma predisposição genética para um comportamento homossexual, pesquisas científicas que provem isso na prática são muito difíceis de serem realizadas.

Estudos não são conclusivos
Pesquisas genéticas são difíceis de serem realizadas com seres humanos porque não há como analisar comportamentos de pessoas sem levar em conta o ambiente em que vivem ou foram criados. Além disso, o fato de que pessoas com comportamento homossexual não procriarem dificulta a definição de um padrão de transmissão genética entre gerações. Estudos de gêmeos idênticos que foram separados ao nascer e criados por famílias diferentes poderiam potencialmente trazer informações importantes. Por exemplo, se a concordância (preferência sexual) entre eles for igual à de gêmeos criados juntos, isso apontaria para uma predisposição genética. Entretanto, estudos como esses são difíceis de serem realizados na prática porque requerem amostras muito grandes para terem uma comprovação estatisticamente significante.

Herança multifatorial? 
A homossexualidade poderia, por exemplo, obedecer a um padrão de herança multifatorial, onde vários genes interagem com o ambiente para determinar uma característica. Entretanto, a identificação de genes responsáveis por traços multifatoriais é extremamente difícil. Só para se ter uma idéia, até hoje não foram ainda identificados os muitos genes que determinam a estatura e sabe-se com certeza que trata-se de um traço com grande influencia genética. Por outro lado, durante muito tempo, o autismo também era atribuído ao ambiente e hoje sabe-se que o comportamento autístico é uma característica genética, embora a busca para os genes responsáveis ainda continue.

Característica aparece na infância
Apesar da atração pelo mesmo sexo manifestar-se às vezes só na idade adulta, todos nós conhecemos crianças que já demonstravam um comportamento típico do sexo oposto desde a mais tenra idade. Há meninos que gostam de brincar com bonecas ou usar as joias, sapatos de salto ou maquiagens de suas mães e meninas que preferem carrinhos ou brincadeiras violentas, mais agressivas. Muitos deles sofrem, e muito, com isso, porque percebem que são diferentes mas não conseguem mudar suas preferências. Acredito que isso também fale a favor de uma predisposição genética.

Seria uma anomalia?
Na minha opinião, certamente não. Para quem é heterossexual às vezes é difícil entender, mas o fato de observar-se um comportamento semelhante em animais sugere também que existe uma predisposição genética. Eles não sabem o que a sociedade espera deles, o que é considerado "certo" ou "errado". É interessante que em camundongos já foi observado que há um aumento de homossexualismo quando há uma superpopulação – talvez uma forma da natureza de controlar a explosão populacional.

Reitero que, ainda que eu pessoalmente acredite que possa haver uma influência genética para a homossexualidade, ainda não existe uma comprovação científica. O avanço nas pesquisas e tecnologias poderá talvez elucidar esse enigma no futuro próximo.

Por Mayana Zatz

  1. Caio Fábio - Sodomia tem origem demoníaca?

    de Júnior Bocelli2 anos atrás 7875 views

    Neste vídeo o pastor Caio comenta sobre a origem demoníaca de formas pervertidas de prazer sexual e de como o mundo espiritual ...

  2. Caio Fábio - Ex-homossexual, existe? 1/2

    de Júnior Bocelli2 anos atrás 18325 views

    Neste vídeo o pastor Caio Fábio discute como algumas pessoas se enganam achando que o problema sexual se resolve da noite para ...

  3. Caio Fábio - Ex-homossexual, existe? 2/2

    de Júnior Bocelli2 anos atrás 13243 views

    Neste vídeo o pastor Caio Fábio discute como algumas pessoas se enganam achando que o problema sexual se resolve da noite para ...

  4. Caio Fábio - O escrito de dívida já está pago

    de Júnior Bocelli2 anos atrás 23181 views

    Esse vídeo é parte da série "O Caminho do Discípulo". Assista o vídeo completo e mais vídeos da série no link: www.vemevetv ...

  5. Caio Fábio - O bissexualismo eo hedonismo

    de Júnior Bocelli2 anos atrás 7104 views

    Neste vídeo o pastor Caio fala sobre a sexualidade sem vergonha do bissexualismo (ou bissexualidade) e do hedonismo, como ...

  6. Caio Fábio - A história de Jerusalém 1/6

    de Júnior Bocelli3 anos atrás 3282 views

    Pr. Caio fala sobre a cronologia da cidade de Jerusalém, destacando os muitos significados históricos que ali aconteceram ...

  7. Caio Fábio - Homossexual e Homossexualismo

    de Eduardo Baggi2 anos atrás 196074 views

    Parte da entrevista Caio Fábio Conta Tudo 2, onde o reverendo expõe seus pensamentos a respeito do homossexual, bem como do ...

  8. CAIO FABIO (2/3) FALA SOBRE HOMOSSEXUALIDADE

    de valverde922 anos atrás 3962 views

    O QUE CAIO FABIO REALMENTE PENSA SOBRE O TEMA. TRECHO EXTRAÍDO DO VÍDEO COMPLETO QUE SE ENCONTRA NO LINK A SEGUIR: www ...

  9. CAIO FABIO (1/3) FALA SOBRE HOMOSSEXUALIDADE

    de valverde922 anos atrás 5954 views

    O QUE CAIO FABIO REALMENTE PENSA SOBRE O TEMA. TRECHO EXTRAÍDO DO VÍDEO COMPLETO QUE SE ENCONTRA NO LINK A SEGUIR: www ...

  10. Caio Fábio - Homofobia é coisa de homossexual enrustido

    de Júnior Bocelli2 anos atrás 14475 views

    Neste vídeo o pastor Caio Fábio discute em como a homofobia tem causa nas pulsões homossexuais que nascem dentro do próprio ...



Porque há eunucos que assim nasceram do ventre da mãe; e há eunucos que foram castrados pelos homens; e há eunucos que se castraram a si mesmos, por causa do reino dos céus. Quem pode receber isto, receba-o.
Mateus 19:12



 
 

Caso Rozangela Justino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
 
 
Rozangela Justino em julho de 2009, aquando da confirmação da censura públicapelo CFP

Caso Rozangela Justino refere-se ao processo de censura pública aplicado pelo Conselho Federal de Psicologia do Brasil (CFP) àpsicóloga brasileira Rozangela Alves Justino por oferecer tratamento a pacientes que quisessem deixar a homossexualidade.[1][2] O CFP confirmou a censura pública anteriormente imposta pelo Conselho Regional de Psicologia do Rio de Janeiro, afirmando que a conduta da psicóloga contraria a determinação da Organização Mundial da Saúde de 17 de maio de 1990[3] e a Resolução CFP n.° 001/99, de 22 de março de 1999, do CFP,[4] que diz que "a homossexualidade não constitui doença, nem distúrbio e nemperversão"[1][3] e que, pois, "os psicólogos não colaborarão com eventos e serviços que proponham tratamento e cura das homossexualidades".[3]

Índice

  [esconder

[editar]Processo

Em 2007, uma ONG de defesa dos direitos homossexuais sediada em Nova Iguaçu ingressou com representação contra a psicóloga no Conselho Regional de Psicologia do Rio de Janeiro, que decidiu no final daquele ano pela censura pública.[1]

Tendo recorrido daquela decisão, o Conselho Federal de Psicologia do Brasil manteve a censura pública, conforme decisão tomada em 31 de julho de 2009. Expôs o Conselho Federal de Psicologia do Brasil que, ao oferecer terapia para que homossexuais deixassem a homossexualidade, a psicóloga infringiu a Resolução CFP n.° 001/99, de 22 de março de 1999[4] Essa resolução encontra ainda respaldo na determinação da Organização Mundial da Saúde de 17 de maio de 1990, ao expressar que "a homossexualidade não constitui doença, nem distúrbio e nem perversão".[3]

Rozangela Justino em julho de 2009.

O advogado da psicóloga afirmou que recorreria à justiça comum contra a decisão[1], e a psicóloga disse que continuaria oferecendo o mesmo tratamento.[5] Um dia antes do julgamento do recurso, a Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais(ABGLT) protocolou no Conselho Federal de Psicologia um abaixo-assinado contendo 133 organizações que pediam a manutenção da censura pública. Também já encaminhou representação ao Conselho Regional de Psicologia do Rio de Janeiro pedindo a cassação do registro da profissional, processo que aguardava a conclusão do pedido de censura.[6] Nove dias antes da decisão, em 22 de julho, Rozangela havia ingressado com mandado de segurança na 15ª Vara Federal do Distrito Federal, pedindo a suspensão do processo, alegando a inconstitucionalidade da Resolução nº 01/1999 do Conselho Federal de Psicologia, mas em 30 de julho, um dia antes da decisão, a liminar foi indeferida.[7]

[editar]Polêmica

O caso ganhou notoriedade nos meios de comunicação quando Rozangela Justino foi censurada institucionalmente por prometer reverter a homossexualidade. A classificação oficial da Organização Mundial da Saúde (OMS) de 1990 e a resolução específica do Conselho Federal de Psicologia do Brasil (CFPB) de 1999,[3][1] excluem a tipificação de patologia à homossexualidade.

Sobre a punição, Rozangela afirma que "o movimento pró-homossexualismo tem feito alianças com conselhos de psicologia e quer implantar a ditadura gay no país".[8]

O bispo da Diocese de Recife da Igreja Anglicana do Cone Sul da América[9], reverendo Robinson Cavalcanti, declarou seu apoio à psicóloga, considerando que o resultado do julgamento foi um "ato de perseguição heterofóbica do Conselho Federal de Psicologia".[10] Durante o processo de 2009, Rozangela só admitiu ser fotografada disfarçada, dizendo-se perseguida, comparando a militância homossexual ao nazismo.[11], afirmando que "o ativismo pró-homossexualismo está diretamente ligado ao nazismo. Todos os movimentos de desconstrução social estudam o nazismo, porque compartilham um ideal de domínio político e econômico mundial."[11]

Em julho de 2009 afirmou que "Estão me submetendo a uma mordaça. Mas quero dizer às pessoas que estão em estado de sofrimento psíquico e desejam deixar a homossexualidade que procurem profissionais nas suas cidades."[5] Sobre a ligação à prática religiosa, Rozangela afirmou, na mesma data, "Tenho minha experiência religiosa que eu não nego. Tudo que faço fora do consultório é permeado pelo religioso. Sinto-me direcionada por Deus para ajudar as pessoas que estão homossexuais."[8]

Em novembro de 2009, Rozangela comunicou publicamente que, devido às pressões sofridas, inclusive ameaças de morte, e em acato à decisão do CFP, não mais ofereceria terapia para pessoas que desejam deixar o comportamento homossexual. [12]

Referências

  1. ↑ a b c d e Conselho Federal de Psicologia pune psicóloga que oferecia 'cura' para gaysG1 (31/07/2009). Página visitada em 01/08/2009.
  2.  Psicóloga censurada por oferecer "cura" a gaysZero Hora (01/08/2009). Página visitada em 01/08/2009.
  3. ↑ a b c d e Correio Braziliense - Há 20 anos, a OMS tirou a homossexualidade da relação de doenças mentais
  4. ↑ a b Resolução CFP n.º 001/99, na qual a entidade afirma que a homossexualidade "não constitui doença, nem distúrbio e nem perversão" ("considerandos" do texto introdutório), e, portanto, "os psicólogos não colaborarão com eventos e serviços que proponham tratamento e cura das homossexualidades" (art. 3º, parágrafo único).
  5. ↑ a b Psicóloga punida insiste em continuar oferecendo cura para homossexualismo.Último Segundo (31/07/2009). Página visitada em 01/08/2009.
  6.  ABGLT protocola abaixo-assinado no CFP contra de Rozangela JustinoAthosGLS(30/07/2009). Página visitada em 01/08/2009.
  7.  Processo 2009.34.00.024326-515ª Vara Federal da Seção Judiciária do Distrito Federal. Página visitada em 08/08/2009.
  8. ↑ a b Psicóloga que realiza 'tratamento' para homossexualidade pode ter registro profissional cassado, informa Folha de S.PauloAgência de Notícias da Aids(14/07/2009). Página visitada em 01/08/2009.
  9.  Igreja Anglicana do Cone Sul da América, Comunhão Anglicana Diocese do Recife.
  10.  Rozangela Justino foi punida pelos heterofóbicos", diz bispo anglicanoA Capa(04/08/2009). Página visitada em 08/08/2009.
  11. ↑ a b Entrevista: Rozângela Alves Justino - Edição 2125 - Revista VEJA. veja.abril.com.br. Página visitada em 2010-06-21.
  12.  Comunicado de Rozangela Justino à sociedade brasileiraMídia Sem Máscara(17/11/2009). Página visitada em 19/06/2010.

[editar]Ver também

Os lados em questão concordam com o amor, mas chocam quando definem o que é falta de amor, para os cristãos bíblicos é falta de amor e respeito a Deus a imoralidade (isso inclui pedofilia, homossexualismo e adulterio), para os liberais, ateus, céticos, evolucionistas, e modernistas (se bem que esta" modernidade" já era pregada e praticada na grecia, roma antiga e outras culturas) , isso não inclui certos comportamentos . Se não bastasse, a ofensa que sente um homossexual ao ser declarado grande pecador, ao mesmo tempo que não se sente mal de declar que a crença religiosa é uma desgraça e outros discursos ofensivos. Então há um choque de espaço moral-cultural bem claro e com ele se espera guerras, debates, discussões , leis, e criminalização daquele(s) que invadirem o territorio cultural ético do outro. Portanto amigos, estamos em franca formação de guerra e de acontecimentos que culminarão em "vias de fato".
lEstava observando as profecias de Jesus do fim de todas as coisas e em Mateus 24 o que mais se fala é o ódio aos cristãos, o aumento da iniquidade e sentença de morte para com cristãos. Ao ver o quadro que vem se formando hoje, não é muito dificil identificarmos a formação deste quadro profetizado, apontando quem sabe para dias terriveis onde cristãos serão ainda mais e mais odiados, perseguidos e até mortos. O grau de violência nas palvras que ateus, gayzistas, evolucionistas e céticos nos dirigem me soa como preliminares de um grande vulcão que se aproxima e me parece não estar muito longe de entrar em erupções. Até a França super liberal está reagindo. Achei isso incrivel. Mas a pergunta principal que faço a mim mesmo é: "Serei Cristão suficiente para amar inimigos, pegar uma cruz e ser ovelha nos mesmos passos de Jesus ou serei Pedro com a espada nas mãos evitando o calvario profetizado e seguindo a lógica do direito e da justiça que está sendo solapada como podemos ver neste video.